Poe✝isa

"Flua com a vida. Para onde quer que o fluxo da sua vida flua, onde quer que você sinta alegria e felicidade, vá fluindo nessa direção. A felicidade é o critério."

Lenine - Paciência Acústico

"Até quando o corpo pede um pouco mais de alma… A vida é tão rara."

LEGALIZE O AMOR 
Se o amor fosse legalizadoA gente se olharia nos olhosAprenderia a ouvirE a falar sem medo
 
Se fosse legalizadoHaveria mais dança na ruaConversaríamos com os pássarosE nunca amaríamos em segredo
 
Flores não seriam trocadas por dinheiroE compreenderíamos mais o escuroSeria mais seguroSe entregar
 
E amar seria um ato concretoSem precisar de decretoE livre de preconceitos
 
Legalize o amor!Para que ele possaSer cultivado legalmenteEm todos os corações. (Irene Chemin - Fadinha de amor)
http://p-oeiraestelar.blogspot.com.br/

É tudo falso Seu sistema é falso, seu ensino é (falso), ideologias, crenças (falsos) Sua moral é (falsa), leis e disernimentos (falsos) Suas recompensas (falsas) seus idolos (falsos) Vitórias e conquistas (falsas) seus governantes (falsos) Conceitos, padrões (falsos), seu orgulho (falso) Seus lideres (falsos) problemas (falsos) idéias (falsas)……

"Posso ver nos olhos dela é uma encenção
Inércia é um ponto crucial em que se encerra a ação
E nela vejo a multidão, presa por cordas invisíveis da alienação
Controlam, ditam sua rotina e alimentação
Te ensinam erroneamente como as coisas são
Cidades parecem palcos, o mundo parece um teatro
Cada dia é um espetáculo, com novos atores falsos
Ilusões de plástico, encenações de um mágico
A mídia ensina meus hábitos, depois me arruma um fim trágico
Nos limitam a um expediente, contado por ponteiros rápidos
Põe o muleque armado e sem escola e o futuro na rua e a polícia que mate-o
Eu sento e assisto o mesmo filme, me sinto mal
Eles me assistem igual e assim seguiu-me
Consumindo onde eu to, como espectador
Desses cenários macabros de covardia e dor
De drama, e o elenco é de Wall Street, dos bancos das elites
É quem te governa te explora e te manda pro inferno um convite
Te engana, ficção da felicidade
Cobrada e com curto prazo de validade
Cada etapa da sua vida é uma encenação
E cada atitude é parte da atuação
De um longa, onde não há só um vilão
E a falta de um herói contribui pra sua continuação
Dificil é não notar a encenação
em cada olhar a encenação
na sua rotina encenação
em cada esquina encenação

É tudo falso, seu dinheiro é falso
Seu emprego é falso, seu critério é falso
Objetivos falsos
Seu valor é falso, sua justiça é falsa
Comportamento falso

Hoje eu sei, toda história contada é moldada, invenção
Cansei de ser só mais um na multidão
Fraco é quem se cala, decoram suas falas
Numa trama hostil, poucos vão quebra-las
Eu vivo em cena a ação que me alivia e me condena
Amor te dei, a morte vem, pra quem quer mudar” (Encenação - 3030)

"Me tire desse caos, leve pra longe daqui
Algo aqui não anda bem, eu sei que vocês veem dai
Ainda há esperança aqui dentro eu fui informado
Então retire os poucos puros antes que sejam contaminados
Ou pelo menos mude o destino do mundo de novo
E não geneticamente só o povo, estranho equilibrio mantém nosso plano escravizado
Relatam misturas de raças, trapaças, desgraças, longinquas galaxia
Traçam a história dos antepassados
Atlânticos, Lemurianos, nós perversos Arianos, criamos nosso
caminho equivocado
Não seguirei o mesmo erro, dos que na enchente pereceram milênios atrás
Mas como anularei meu ego, e outros milhares de cegos
Se sedentos de ambição, de amor nem falam mais.” (Entardecer - 3030)

"Não é sinal de saúde estar bem ajustado a uma sociedade profundamente DOENTE!"

Por mais que eu escrevesse trilhões de palavras, nada conseguiria expressar como me sinto melhor que esses trechos de alguns ídolos meus… Então vai aí meus desabafos:

"Aprendi que sofremos buscando coisas constantes em um mundo inconstante." - Luciano Gallo

"O que fazemos é breve, o que faremos, dúbio, o que fizemos, certo. Na verdade, o destino perdeu o controle sobre o passado, ninguém pode querer recuperá-lo… Nada pode trazer de volta o tempo, não importa quanto ele te foi dado, se não há onde retê-lo" - Sêneca

“Flua com a vida. Para onde quer que o fluxo da sua vida flua, onde quer que você sinta alegria e felicidade, vá fluindo nessa direção. A felicidade é o critério
O rio Ganges flui em direção ao leste, o rio Narmada flui em direção ao oeste. Se por acaso acontecesse de eles se encontrarem no meio do caminho seria um grande problema, porque o Ganges diria, “eu estou indo para o oceano”, e o Narmada também diria: “eu estou indo para o oceano.”Você vai dizer que um deles deve estar errado. Ambos podem estar errados, mas como ambos podem estar certos? Criaria uma grande discussão. E não há maneira de resolver essa discussão em pé no meio de um cruzamento na estrada. A pessoa tem que ir para o oceano para ver.Mas se você for você saberá que o Ganges, que corre para o leste, atinge o oceano, e o Narmada, que flui para o oeste, também atinge o oceano. O oceano é um - como o oceano pode ser do leste ou do oeste? Você pode dar-lhe nomes diferentes, você pode chamá-lo de Mar da Arábia ou de Baía de Bengala, mas não faz qualquer diferença, o oceano é um e todos os rios chegam a ele.Em qualquer caminho que você sinta o fluxo, onde quer que você sinta a alegria, onde quer que a poesia pareça surgir em sua vida, onde quer que você possa ir cantando, onde quer que você possa ir dançando, é o seu caminho. Então, não dê ouvidos a ninguém.O Ganges de alguém pode estar indo para o leste. Diga-lhe: “Desejo a você o melhor, vá, mas meu Narmada está indo para o oeste e estou feliz. E eu encontrei minha direção para fluir, eu encontrei meu caminho. Porque eu sou feliz em cada passo, posso supor que no final haverá a bênção final.”Esse critério é verdadeiro em cada e em todos os passos do seu caminho. Sempre que há tensão, desconforto, sofrimento, dor, fique alerta. A música da vida não está fluindo? Então talvez você pode estar indo na direção errada, de alguma forma você deve estar indo contra a sua própria natureza.No Bhagavad Gita, Krishna diz: “É melhor até morrer por sua própria natureza, mas seguir a natureza de alguém é destrutivo”. Você pode se envolver com a natureza de outra pessoa - a natureza própria de alguém lhe atrai e cria uma ganância em você.Vendo o Ganges indo para o leste, se o Narmada também tivesse o desejo de ir para o leste então ele iria sofrer. Ele ficaria em apuros e não seria capaz de chegar ao oceano.Todo mundo tem sua própria maneira de fluir. Mantenha sempre sua visão em seu próprio critério interno. Sua harmonia interna irá sempre mostrar o caminho certo.E quando você se torna muito influenciado pelo critério interno de outra pessoa, então você se torna confuso. Quando você começar a imitar alguém, você vai se extraviar, você vai se desviar de sua alma.Enquanto você continuar seguindo sua própria harmonia interna, enquanto você seguir o seu próprio coração e ouvir a sua própria voz interior, então você nunca pode se extraviar.E então você também vai saber que seu caminho não precisa ser necessariamente o caminho de outro alguém. Então você vai abandonar a necessidade de julgar o caminho do outro.Então você vai notar muito isso - que, se o Ganges vai dançando, então ele deve estar indo em direção ao oceano. Seu oceano pode estar no leste, meu oceano está no oeste, mas eu também vou dançando e o Ganges também vai dançando, por isso ambos devemos estar indo para o oceano.Porque, a menos que um rio vá para o oceano, ele não pode dançar. É o oceano se aproximando que se torna uma dança em seus pés.Felicidade é o critério.” - Osho

“Flua com a vida. Para onde quer que o fluxo da sua vida flua, onde quer que você sinta alegria e felicidade, vá fluindo nessa direção. A felicidade é o critério

O rio Ganges flui em direção ao leste, o rio Narmada flui em direção ao oeste. Se por acaso acontecesse de eles se encontrarem no meio do caminho seria um grande problema, porque o Ganges diria, “eu estou indo para o oceano”, e o Narmada também diria: “eu estou indo para o oceano.”

Você vai dizer que um deles deve estar errado. Ambos podem estar errados, mas como ambos podem estar certos? Criaria uma grande discussão. E não há maneira de resolver essa discussão em pé no meio de um cruzamento na estrada. A pessoa tem que ir para o oceano para ver.

Mas se você for você saberá que o Ganges, que corre para o leste, atinge o oceano, e o Narmada, que flui para o oeste, também atinge o oceano. O oceano é um - como o oceano pode ser do leste ou do oeste? Você pode dar-lhe nomes diferentes, você pode chamá-lo de Mar da Arábia ou de Baía de Bengala, mas não faz qualquer diferença, o oceano é um e todos os rios chegam a ele.

Em qualquer caminho que você sinta o fluxo, onde quer que você sinta a alegria, onde quer que a poesia pareça surgir em sua vida, onde quer que você possa ir cantando, onde quer que você possa ir dançando, é o seu caminho. Então, não dê ouvidos a ninguém.

O Ganges de alguém pode estar indo para o leste. Diga-lhe: “Desejo a você o melhor, vá, mas meu Narmada está indo para o oeste e estou feliz. E eu encontrei minha direção para fluir, eu encontrei meu caminho. Porque eu sou feliz em cada passo, posso supor que no final haverá a bênção final.”

Esse critério é verdadeiro em cada e em todos os passos do seu caminho. Sempre que há tensão, desconforto, sofrimento, dor, fique alerta. A música da vida não está fluindo? Então talvez você pode estar indo na direção errada, de alguma forma você deve estar indo contra a sua própria natureza.

No Bhagavad Gita, Krishna diz: “É melhor até morrer por sua própria natureza, mas seguir a natureza de alguém é destrutivo”. Você pode se envolver com a natureza de outra pessoa - a natureza própria de alguém lhe atrai e cria uma ganância em você.

Vendo o Ganges indo para o leste, se o Narmada também tivesse o desejo de ir para o leste então ele iria sofrer. Ele ficaria em apuros e não seria capaz de chegar ao oceano.

Todo mundo tem sua própria maneira de fluir. Mantenha sempre sua visão em seu próprio critério interno. Sua harmonia interna irá sempre mostrar o caminho certo.

E quando você se torna muito influenciado pelo critério interno de outra pessoa, então você se torna confuso. Quando você começar a imitar alguém, você vai se extraviar, você vai se desviar de sua alma.

Enquanto você continuar seguindo sua própria harmonia interna, enquanto você seguir o seu próprio coração e ouvir a sua própria voz interior, então você nunca pode se extraviar.

E então você também vai saber que seu caminho não precisa ser necessariamente o caminho de outro alguém. Então você vai abandonar a necessidade de julgar o caminho do outro.

Então você vai notar muito isso - que, se o Ganges vai dançando, então ele deve estar indo em direção ao oceano. Seu oceano pode estar no leste, meu oceano está no oeste, mas eu também vou dançando e o Ganges também vai dançando, por isso ambos devemos estar indo para o oceano.
Porque, a menos que um rio vá para o oceano, ele não pode dançar. É o oceano se aproximando que se torna uma dança em seus pés.
Felicidade é o critério.” - Osho

(Fonte: hummely, via ars-in-anima)